domingo, 5 de dezembro de 2010

A beleza interior

Pode ser que você não se importe e discorde com o que vou citar. Mas está certo de que a beleza interior hoje em dia não faz muita diferença sobre algumas coisas. Como por exemplo: a aparência conta muito para conseguir um trabalho ou então, para ser bem atendido pelas pessoas. Não estou aqui para me queixar de algo, apenas para mostrar a triste realidade da atualidade.

E como todos devem saber, tudo o que envolve beleza, na maioria das vezes, envolve também o dinheiro para conseguir tudo o que deseja. Andar na moda ou ter o celular ou o carro do ano são fortes exemplos disso. E com o jeito em que andam as coisas, isso só tem de a agravar mais e mais ao decorrer dos anos. Para conseguir um tipo de cabelo desejado, precisa-se de dinheiro para o cabeleireiro. Para se conseguir eliminar aquelas estrias, precisa-se de cremes. Está claro de que para tudo que desejas, é preciso ter capital, e de que isso acaba gerando outros problemas, como a exclusão social para quem não tem a beleza como os demais, e que também não tem acesso ao dinheiro. Em outras palavras, o bullying.

Bullying é agressão moral ou física sobre certa pessoa. Geralmente acontece nas escolas entre colegas que, ou tem a intenção de praticá-lo, ou não sabe o que isso significa. Isso envolve a exclusão e a agressão sobre as pessoas que não apresentam a característica do grupo (no nosso caso: a beleza), ou que simplesmente é totalmente diferente dos outros. Esse tipo de caso muitas vezes ocorre por conta da aparência física do agressor e da vítima. Na maioria das vezes o agressor é forte e alto, e a vítima fraca e baixa, diferenciação em que visualmente pode haver grandes diferenças, mas devemos lembrar de que independente de mais ou menos massa, somos todos iguais, onde qualquer um tem o mesmo direito de estar estudando e aprendendo.

O que muitos vivem se esquecendo é de que não há pessoas mais, ou pessoas menos que as outras. E aliás, o que realmente vale é a beleza interior que cada um de nós carrega durante toda a vida. Portanto, no caso do bullying, a vítima pode ser maior interiomente do que o agressor, que aparentemente é mais forte. Então, em vez de ficar se preocupando com o seu exterior, se preocupe em melhorar seu interior que é bem mais importante. Afinal, é essa beleza que reflete sobre o que você realmente é. É ele que fala mais alto do que a vaidade, onde o torna bem mais brilhante do que aquelas que possuem máscaras de cremes importados. Pode ser que ela não tenha um grande espaço para o mercado de trabalho, mas não é só disso que move o mundo. Se concentre e acentue no que tem de melhor, pois não vale a pena sumir com essa grande beleza em que está piscando dentro de você.

PorBella