segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Jogo da Vida

Numa entrevista, uma banda famosa relatou sobre o que acham da correria de fazer shows, irem a programas etc. O vocalista mencionou que a rotina deles é muito corrida, onde eles ficam, por muito tempo, longe de suas famílias. E de que um dia, quando se preparava para viajar, sua mãe lhe dissera para ficar, para fazer como ele fazia na escola, faltar e depois levar o atestado.

É estranho falar isso, pois ainda irei começar o ensino médio, mas sei o que me espera no decorrer da vida, depois que eu caminhar adiante e dizer "tchau, escola!". Para alguns, isso será como uma conquista da liberdade. Afinal, de fato é. Mas depois de dar o primeiro passo para fora do portão, a vida será completamente outra. Vejo minha irmã, que saiu do terceiro este ano, estudando muito, como eu nunca havia visto ela se empenhar. Gosto de quando ela afirma de que vai passar em alguma universidade pública, mas sei de que ela irá ter que suar mais do que está suando.

A questão é: depois da escola, iremos caminhar para nos formar, para construir o nosso futuro, para subir cada degrau que enxergamos até atingir ao topo. Como num video-game, há fases - e a escola só foi a primeira. O período mais importante é onde você irá caminhar para decidir quem você irá ser pelo resto de sua vida. E esta fase, pelo meu ver, é a mais difícil. Mas independente do que acontecer, temos que ter em mente o momento de quando chegarmos lá, a ultima fase até ganharmos este jogo da vida.

A história do primeiro parágrafo mostra de que depois da escola, a vida é completamente diferente, sem faltas e justificativas, apenas estar lá na hora, chegar a tempo. Depois da escola não haverá outras chances se você simplismente faltar. Nesta escola da vida, se fizer isso perderá sua chance numa vaga de alguma faculdade, numa vaga de emprego. Bem, depois da primeira fase conquistada, claro que iremos ficar livres para o mundo, mas não do jogo da vida.