segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Chuvas

820. Este é o número de mortos em que causou toda a tragédia no Rio de Janeiro de acordo com os últimos dados. Noticiado em diversos jornais, contando diversos casos de pessoas em que morreram ou que sobreviveram, infelizmente, as chuvas ainda insistem a cair depois de todo o estrago que já causou.

Essa chuva sempre caiu no começo do ano, assim como nos deslizamentos do começo do ano de 2010. O problema é o efeito estufa, que está fazendo com que em todas as regiões do mundo inteiro, nas épocas de inverno ou verão, se intensifique ainda mais. Ou seja, a cada ano que passa, as chuvas só irão aumentar mais e mais. Assim como também ocorreu em Nova York, o inverno deste ano foi um dos mais rigorosos, onde foi colocado como o sexto maior da história do país. O que vem como solução, já que sabemos que esses efeitos da natureza irão só piorar, é não construir mais casas em barrancos assim como as milhares de casas que já foram destruídas, ou seja, para qualquer tipo de caso, arranjar uma solução para que todos não saiam prejudicados como estão sendo.

É inaceitável a posição do governo, antes de tudo, de ter aprovado as tais obras em lugares de risco. Isso de outro lado, é uma certa "lição" para aqueles que sabiam que a qualquer momento um deslizamento aconteceria, pois agora, estes mesmos vão ter que pagar (digo, pagar MESMO.) pelos seus erros em que cometeram.

O problema maior é que há diversas vítimas em que estão agora desabrigadas e desalojadas, e ainda, aquelas centenas de pessoas em que morreram.  Tudo isso por causa da ganância de certos políticos em que assinaram um contrato sem ter estudado os possíveis riscos do morador se caso caia uma chuva intensa, como de fato, caiu.

820 foram os mortos, mas esta tragédia está marcada em todo o território brasileiro, em todas as pessoas que assistiram, viveram e que noticiaram o estrago que a chuva causou.

PorBella