domingo, 6 de março de 2011

Os livros

Quando deito e leio
Estou fora de mim
Estou em um lugar encantado
Num mundo sem fim

Quando corro pelas linhas escritas,
Dou asas à minha imaginação
Saio voando como um passarinho
Que voa, voa, em busca de um ninho.

Quando termino o capítulo
Imagino o resto da história
Tiro conclusões precipitadas
E grito: É agora, é agora!

E como os livros sempre têm fim,
Me emociono ao ver que teve um final feliz
Durmo tranquila
Mas lembro que no livro da vida
O final nem sempre é assim.

PorBella