segunda-feira, 2 de maio de 2011

Resenha: Rio - o filme

Estava super elétrica quando me deparei na fila do cinema para comprar a entrada para assistir ao filme "Rio", uma super animação com muitas cores e com uma energia contagiante. E afinal, estamos falando sobre o Rio de Janeiro, nada a mais, nada a menos do que uma imensa energia e um lugar belíssimo. Embora eu ainda não tenha conhecido, o longa ilustra brilhantemente o que eu imaginava. Um filme com a super direção do brasileiro e carioca Carlos Saldanha, conta com muitas cenas divertidíssimas, onde o que vale é apenas a beleza da cidade maravilhosa!

Lá estava eu novamente, na fila do cinema. Fiquei olhando em volta para ver se eu via algum brinquedo o brinde em relação ao filme. E achei! Havia o brinde de quem comprasse um kit de alimentos no cinema e as miniaturas dos personagens principais na mão de um garotinho. Fiquei com vontade de perguntar de onde que ele "ganhou", mas só de olhar, deu para perceber que era obra do fantástico Mc Donald's.

Compramos os tickets para assistir em 3D. Foram minha mãe, minhas irmãs e eu. Meu pai não quis assistir porque ele reclamou dizendo que era apenas um desenho animado, fiquei com raiva.

Já com os óculos em mãos entramos na sala do cinema e logo depois começou a passar os trailers. Como era a primeira vez em que a minha mãe foi assistir a um filme em 3D, ela surpreendeu-se com os efeitos em que são melhores no trailers, assim como eu, com as novidades que ainda irão estrear. Depois de alguns minutos começou o filme! Era como aquele trecho em que havia mostrado aqui no blog, os primeiros fantásticos 2 minutos de Rio.

Bem, deixando a minha extrema alegria na hora de lado, vamos falar sobre o filme. RIO em si, consiste mais em animação, ou seja, mais em músicas e em "danças", exatamente como eu adoro - mas há também os que não gostam. A história é como repeti aqui, conta a história de uma arara (Blu) que poderia ser o último macho de sua espécie, sendo que, a última espécie fêmea se localizava no Brasil. Assim, logo depois que o veterinário, que estava em busca dessa espécie, apareceu na vida de Blu e sua dona, eles resolvem partir para o Brasil com o intuito de tentar salvar a espécie que seria extinta. Quando os turistas, enfim, chegam ao país, eles descobrem as verdadeiras belezas da cidade maravilhosa.

Durante o filme, é claro que também colocaram partes nas favelas do Rio de Janeiro, mas colocaram-no de uma forma bem mais suave do que nos filmes em que aparecem, claro. A forte amizade independente de classes ou, no caso dos pássaros, de espécies, relata bem como são a maioria dos brasileiros, cada um defendendo o outro e ajudando também, coisas difíceis de vermos nos outros países. O filme é extremamente marcado pelo jeito dos hilários Fernando, Nico e Rafael , e também pelo babão Luiz, que aconpanham Blu e Jade para a maior aventura de ambos, ajudando-os sempre. Claro que também há o lado mau da história, vivido pelo cruel Nigel e pelos três homens que tentam capturar Jade e Blu para vendê-los.

Hoje o filme rendeu mais de 400 milhões de dólares e é o maior lançamento do ano. Mais uma vez Carlos Saldanha acertou em mais uma longa, sendo que agora, ficou muito mais conhecido e comentado mundialmente. Em um ponto em que ele acertou em cheio foi a divulgação, que é um ponto extremamente importante para qualquer negócio.

Pontos fortes: O filme é muito, muito, muito engraçado e mostra as belezas do Rio de Janeiro e dos pássaros de uma forma contagiante, nunca mostrada em algum filme antes - fazendo com que aqueles que ainda não foram ao Rio morrerem de vontade de conhecê-lo (como é o meu caso e o das minhas irmãs). Outro ponto extremamente forte foi marcado pela contagiante trilha sonora, aquela que faz com que você dance na cadeira do cinema.

Ponto fraco: No final ele não especifica muito. O filme em si (diálogos) praticamente acaba rápido. E depois ele volta com a animação e música para mostrar o que aconteceu com cada um dos personagens. Talvez é esse o motivo de pessoas não terem gostado do longa. Acho legal essa ideia, pois exemplificaria de uma forma rápida e divertida, mas achei que faltou mais explicação ou conclusão no final de toda a história.

Tendo ponto fraco ou não, eu amei o filme e assistiria novamente, na verdade estou pensando em comprar o DVD. Aconselho que assistam, pois é espetacular toda a animação do Rio de Janeiro, revelando as belezas do estado, e como realmente é a energia dos cariocas e dos brasileiros nas festas do carnaval.

Voltei para a casa realizada, com uma alegria no peito e com uma grande curiosidade em conhecer o Rio de Janeiro.

PorBella