sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Independência Familiar

Olá, queridos leitores!
Hoje é dia 7 de setembro (independência do Brasil) e, em função disso, aqui vai um texto sobre independência familiar. Na verdade isto foi para um trabalho de português pedido pela professora com a função de fazer um slide sobre o tema; "independência" - seja histórica, familiar, moral etc. O Ramiro escolheu "independência familiar" por causa da nossa fase de pré-vestibular, e de que ainda há pessoas que não pensam em sair de casa.
Enfim, espero que gostem; bom feriado e voe! :)


Independência Familiar
fonte:  http://lordijustdontcare.deviantart.com

Geralmente as pessoas desejam nunca se separar de seus pais. É claro que é ótimo ter a cama arrumada, a roupa lavada e a comida preparada sem ter que levantar da cadeira. Mas já pensou viver dessa maneira durante toda a sua vida?

Desde criança nossas mães fazem praticamente tudo por nós. Com o passar do tempo, quando no tornamos adolescentes, as tarefas cobradas vão aumentado. Muitos jovens não gostam disso, mas o que os nossos pais estão fazendo é simplesmente continuando nos educando. Eles sonham em ver seus filhos independentes e felizes com suas vidas, sem que dependam mais deles para fazer as coisas essenciais a todo ser humano.

O problema é que grande parte destes filhos não entendem isso e os principais motivos são o conforto e a preguiça.

A vida seria bem mais fácil se nossas mães nos preparasse todas as refeições do dia (café da manhã, almoço e janta), nos acordasse quando fosse preciso, arrumasse nosso quarto e ainda nos ajudasse nas tarefas de casa ou trabalhos. Mas ela não estará sempre ao seu lado. Lembre-se: ela também tem uma vida e também tem desejos; e, na maioria das vezes, é nos ver bem encaminhados e independentes para viver por nossa conta. Portanto, temos que tomar consciência disso desde cedo. Claro que incluiria ter que aprender a cozinhar, a lavar sua própria roupa ou até mesmo lavar o banheiro, pois, afinal, estas coisas são essenciais para se ter uma vida independente.

Só de pensar dá até preguiça; mas você tem que levar tudo isso como experiência de vida. Aprender a cozinhar ou a mexer na máquina de lavar pode ser tão divertido quanto fazer algo que gosta. A cada coisa aprendida é como se você se desgrudasse um pouco mais “das asas” de seus pais e estivesse mais perto de conseguir voar. Todo esse processo pode se tornar um pouco cansativo, mas se você pensar na futura sensação de liberdade, o tempo passará rápido e você aprenderá com mais facilidade.

Nada melhor do que acordar na hora que quiser num dia de folga, ir ao supermecado e comprar o que tiver vontade de comer com o seu próprio dinheiro, cozinhar para si mesmo e, ainda por cima, sair com os amigos sem ter limite de horário para voltar. É o simples, natural e bom da vida. Todos nós precisamos ser livres para fazer qualquer coisa, já começando com a independência familiar. O ser humano necessita disso. Portanto, você que pensa em morar com os seus pais para sempre, esta é a chance de parar para pensar no que você quer da vida: viver sob as asas de seus pais ou aprender a voar.

PorBella